Como um advogado especialista em rescisão de trabalho pode te ajudar?

Advogado especialista em rescisão do trabalho

Descubra qual é o papel de um advogado no processo de demissão do emprego.

 

 

Quando há demissão, seja por conta própria ou pela empresa, pode haver a necessidade de consultar um advogado especialista em rescisão de trabalho. Isso porque, essa etapa envolve uma série de procedimentos legais e pode gerar muitas dúvidas e preocupações. 

 

Sendo assim, o apoio de um profissional é ideal para fornecer uma orientação jurídica e garantir a proteção dos seus direitos. Afinal, o fim do vínculo empregatício exige o cumprimento de obrigações previstas em legislação, tanto por parte do empregado, como também do empregador. 

 

Nesse contexto, para exemplificar como ocorre esse processo e como um advogado especialista em rescisão de trabalho pode te ajudar, a equipe Mercado Legal preparou um conteúdo completo. Acompanhe e tire suas dúvidas! 

Qual é a legislação responsável por regulamentar o processo de rescisão de trabalho?

A legislação brasileira que regulamenta o processo de rescisão do trabalho é, principalmente, a Lei nº 5.452/1943, a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Trata-se do principal conjunto de normas que regem as relações de trabalho no Brasil e, com isso, abrange diversos aspectos, incluindo a rescisão do contrato de trabalho.

 

Além da CLT, existem outras leis, decretos e portarias que complementam e atualizam as regras sobre a rescisão do trabalho. Entre elas, está a Lei nº 13.467/2017, chamada de Reforma Trabalhista. Essa lei promoveu diversas alterações na CLT, introduzindo novas formas de rescisão, como a rescisão por acordo entre empregado e empregador, e estabelecendo novos critérios para a homologação da rescisão.

 

Vale destacar também a Lei nº 8.036/1990, conhecida como Lei do FGTS, dispõe sobre o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), incluindo as regras de saque do saldo do FGTS no momento da rescisão do contrato de trabalho.

Quais são os tipos de rescisão de trabalho?

A legislação trabalhista brasileira contempla diferentes tipos de rescisão de trabalho, cada um com suas peculiaridades. Os principais são:

 

  • Rescisão sem justa causa: Nesse caso, o empregador decide encerrar o contrato de trabalho sem que o empregado tenha cometido alguma falta grave. Nessa situação, deve-se levar em conta o aviso prévio, o pagamento das verbas rescisórias e o direito ao saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

 

  • Rescisão por justa causa: A rescisão por justa causa ocorre quando o empregado comete uma falta grave prevista em lei, como desídia, abandono de emprego, agressão física, entre outras. Nesse caso, o empregador não precisa pagar o aviso prévio nem as verbas rescisórias, uma vez que a responsabilidade pelo término do contrato é atribuída ao empregado.

 

  • Rescisão por acordo entre as partes: Recentemente, a legislação brasileira introduziu a possibilidade de rescisão por acordo entre empregador e empregado, permitindo o encerramento do contrato de trabalho de forma consensual. Nesse caso, é necessário o pagamento das verbas rescisórias e a metade do aviso prévio, além da possibilidade de saque do FGTS.

 

Você também pode se interessar por: 7 coisas que você precisa saber antes de pedir demissão do emprego

 

O que faz um advogado especialista em rescisão de trabalho?

É fundamental que todo empregador e empregado esteja ciente de quais são os seus direitos e deveres. Para isso, é fundamental a orientação de um advogado especialista em rescisão de trabalho. 

 

Esse profissional, portanto, assume diversas funções e pode auxiliar em todos os procedimentos legais que envolvem o processo de rescisão de trabalho. Veja a seguir algumas delas:

 

Avaliação de Contratos e Documentos

Um advogado especialista em rescisão de trabalho possui conhecimento aprofundado sobre as leis trabalhistas e está apto a analisar contratos, acordos e documentos relacionados ao seu vínculo empregatício. 

 

Essa análise minuciosa, portanto é essencial para verificar se todos os direitos e obrigações estão sendo respeitados. Além disso, é importante para identificar eventuais cláusulas abusivas e garantir que você receba todas as indenizações e benefícios a que tem direito.

 

Veja também: Contratos de trabalho: guia completo sobre os tipos e suas características.

 

Negociação de acordos

Durante uma rescisão de trabalho, muitas vezes é necessário negociar os termos do acordo, como prazos de pagamento, valores de indenização e cláusulas de confidencialidade. Um advogado especialista, por sua vez, pode representar seus interesses. Além disso, ele pode orientar você durante todo o processo de negociação, garantindo que suas necessidades sejam atendidas da melhor forma possível. 

 

Um advogado experiente, portanto, pode ajudar a evitar erros comuns e fornecer conselhos valiosos para que você tome decisões informadas.

Orientação para o empregador

Para os empregadores, um advogado especializado em rescisão de trabalho pode fornecer orientação jurídica sobre como proceder corretamente durante o processo de rescisão, evitando assim ações judiciais futuras. 

 

Eles podem ajudar a garantir o cumprimento das obrigações legais, incluindo o pagamento de verbas rescisórias e o cumprimento das exigências documentais. Além disso, podem auxiliar na elaboração de acordos de rescisão para garantir que sejam justos, equilibrados e estejam de acordo com a legislação trabalhista vigente.

 

Proteção dos direitos trabalhistas

Existem leis e regulamentações específicas que protegem os direitos dos trabalhadores em caso de rescisão de trabalho. Um advogado especializado em rescisão de trabalho conhece essas leis em detalhes e pode assegurar o respeito aos seus direitos.

 

Eles podem avaliar se houve alguma irregularidade no processo de rescisão, como demissões sem justa causa ou não pagamento de verbas rescisórias. Além disso, devem tomar as medidas legais necessárias para proteger seus interesses.

 

Disputas e reclamações judiciais

Em certos casos, pode ser necessário entrar com uma ação judicial para resolver disputas relacionadas à rescisão de trabalho. 

 

Um advogado especialista em rescisão de trabalho tem experiência em litígios trabalhistas e pode representar você em tribunal. Eles, portanto, defendem seus direitos e buscam devida reparação, se necessário. 

 

Isso porque, esse profissional possui conhecimento das leis e dos procedimentos judiciais, oferecendo suporte jurídico durante todo o processo.

 

Acompanhamento pós-rescisão

Uma rescisão de trabalho não termina com o processo legal. Sendo assim, questões adicionais podem surgir após a rescisão. Por exemplo, a liberação de benefícios, pagamento de férias e acertos finais. Um advogado especializado poderá ajudá-lo a navegar por essas questões e garantir a proteção aos seus direitos.

 

Procedimentos legais no processo de rescisão de trabalho

Seguir os procedimentos legais de forma adequada é fundamental para garantir a regularidade do processo. Um advogado trabalhista pode fornecer o suporte em cada uma dessas etapas, entre as quais estão: 

 

Aviso prévio

O primeiro passo no processo de rescisão é o cumprimento do aviso prévio, que pode ser em trabalho ou indenização. O aviso prévio é uma notificação que uma das partes (empregador ou empregado) deve fornecer à outra parte. Deve-se, portanto, informar sua intenção de rescindir o contrato de trabalho. 

 

A duração do aviso prévio varia de acordo com o tempo de serviço do empregado na empresa.

 

Homologação da rescisão

Após o cumprimento do aviso prévio, é necessário realizar a homologação da rescisão do contrato de trabalho. A homologação, portanto, é o ato de validar legalmente a rescisão. Desse modo, busca garantir o cumprimento de todas as obrigações trabalhistas.

 

Pode-se realizar esse processo no sindicato da categoria profissional ou na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE).

 

Cálculo das verbas rescisórias

Durante o processo de rescisão, é essencial calcular corretamente as verbas rescisórias devidas ao empregado. Essas verbas, contudo, incluem o saldo de salário, férias proporcionais, 13º salário proporcional, aviso prévio indenizado (quando aplicável), multa do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) e o saque do FGTS depositado durante o vínculo empregatício.

 

Documentação necessária

Para garantir a regularidade do processo de rescisão, é fundamental reunir a documentação necessária. Isso inclui a elaboração do Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho (TRCT), a emissão das guias para saque do FGTS e seguro-desemprego, além da entrega dos demais documentos obrigatórios, como a Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) devidamente atualizada.

 

Acordos de rescisão

Em alguns casos, empregador e empregado podem optar por um acordo de rescisão. Nesse tipo de situação, é essencial que o acordo seja formalizado por escrito e esteja em conformidade com as leis trabalhistas. O acordo, portanto, deve especificar claramente os direitos e obrigações de ambas as partes, evitando conflitos futuros.

 

Ao consultar um advogado da área Trabalhista, você poderá tirar todas suas dúvidas sobre os procedimentos legais de rescisão de trabalho. 

 

Ainda ficou com dúvida?

Assine o LegalPass e fale com um especialista agora mesmo.

 

Como funciona a ação judicial do processo de rescisão do trabalho?

Quando não é possível resolver os casos que envolvem a rescisão de trabalho de maneira extrajudicial, é preciso partir para uma disputa judicial. Se você considera entrar com uma ação, é fundamental conhecer o passo a passo que a envolve, que embora seja particular para cada caso, possui algumas regras em comum, como por exemplo:

  1. Reunião de documentos: Para iniciar a ação judicial, é necessário reunir todos os documentos relevantes, como cópias do contrato de trabalho, recibos de pagamento, comprovantes de férias, entre outros. Esses documentos serão essenciais para embasar sua reclamação.
  2. Elaboração da petição inicial: Com a ajuda do seu advogado, será necessário elaborar uma petição inicial, que é o documento que dará início formal ao processo judicial. A petição deve conter todas as informações relevantes, como detalhes sobre a rescisão, os direitos violados e o valor da indenização solicitada.
  3. Audiência de conciliação: Após a apresentação da petição inicial, o próximo passo é a audiência de conciliação. Nessa etapa, as partes envolvidas se reúnem com um juiz para tentar chegar a um acordo amigável. Caso não haja acordo, o processo seguirá para as etapas subsequentes.
  4. Produção de provas: Durante o processo judicial, serão analisadas as provas apresentadas por ambas as partes. Isso pode incluir depoimentos, documentos e outros meios de comprovação dos fatos alegados.
  5. Sentença e recursos: Após a produção de provas, o juiz emitirá uma sentença, decidindo sobre a ação judicial. Se você não concordar com a decisão, é possível entrar com recursos perante instâncias superiores.

Em todos os casos, recomenda-se que você consulte um advogado especializado em direito trabalhista. Um profissional experiente poderá analisar sua situação, avaliar a viabilidade da ação e orientá-lo ao longo do processo.

 

Quanto tempo dura um processo com apoio de advogado especialista em rescisão de trabalho?

Quando se trata de um processo judicial de rescisão de trabalho, uma das perguntas mais comuns é: quanto tempo leva para resolver o caso? A duração de um processo judicial pode variar, dependendo de vários fatores.

 

Em primeiro lugar, deve haver uma reclamação junto ao tribunal. Após isso, o empregador tem um prazo para responder às acusações. Normalmente, a duração varia de 15 a 30 dias úteis. Se o empregador não responder dentro desse prazo, o processo pode seguir para a próxima etapa.

 

Uma vez que ambas as partes tenham apresentado suas alegações iniciais, o tribunal pode marcar audiências para ouvir os argumentos de cada lado e tomar decisões relacionadas ao caso. 

 

O número de audiências e prazos processuais depende da complexidade do caso, da disponibilidade das partes envolvidas e da carga de trabalho do tribunal. Sendo assim, é importante ter em mente que não existe um tempo específico para concluir uma ação judicial de rescisão de trabalho.

 

Alguns casos são resolvidos rapidamente, enquanto outros podem ter a duração de meses ou até anos. Tudo dependerá do processo e de suas demandas específicas.

 

Está em busca de um advogado especialista em rescisão de trabalho? Conte com o Mercado Legal!

Em conclusão, a partir deste artigo, buscamos trazer as principais informações sobre a importância de se atentar às questões legais que envolvem o processo de rescisão de trabalho. Por isso, o apoio de um advogado especializado pode fazer a diferença, posto que ele tem todo o conhecimento jurídico necessário para condução do caso.

 

No Mercado Legal, contamos com uma equipe altamente capacitada, que inclui advogados experientes para fornecer todo o suporte necessário. Procuramos levar aos nossos clientes um atendimento de qualidade, sempre prezando pela ética, compromisso e responsabilidade em cada etapa. 

 

Além disso, temos um preço justo e acessível, a fim de facilitar a busca pelos seus direitos. E o melhor é que os novos membros que querem entrar na nossa comunidade, garantem condições especiais.

Resolva suas questões jurídicas! Consulte nossos advogados e peça uma cotação inicial agora mesmo.

Compartilhe nas redes sociais

Publicações relacionadas

Qual a sua dúvida?

Clicando no botão abaixo sua mensagem aparecerá no WhatsApp e você precisa enviá-la ao advogado escolhido. Em seguida o profissional dará continuidade ao seu atendimento por lá.

[rs-search-form type="full"]
Filtros
[rs-search-form type="full"]
Como foi sua experiência com este advogado?
5/5
[rs-comment-form]