O que faz um advogado especialista em problemas com companhias aéreas?

Imagem de três advogados sentados em uma mesa, segurando uma miniatura de avião, simbolizando um advogado especialista em companhias aéreas.

Saiba como o suporte de um advogado pode ajudá-lo a resolver seus problemas com companhias aéreas.

 

 

O apoio de um advogado especialista em companhias aéreas é essencial para os consumidores. Afinal, os problemas neste setor são mais recorrentes do que podemos imaginar, seja por atrasos, cancelamentos de voos, perda de bagagem ou excesso de reservas (overbooking). 

 

É nesse momento que a ajuda de um advogado pode ser valiosa. Isso porque, pode ser bem frustrante lidar com essas situações, principalmente em casos de viagens de lazer, havendo até mesmo a necessidade de entrar com processos judiciais contra a empresa. 

 

Pensando nisso, a equipe Mercado Legal preparou um artigo, a fim de explorar o que um advogado especialista em companhias aéreas pode fazer por você e como fazer cumprir seus direitos como consumidor e passageiro aéreo. Acompanhe a seguir: 

 

Problemas com companhias aéreas mais comuns

 

Em primeiro lugar, é importante que você entenda como funcionam os principais tipos de problemas com companhias aéreas. Isso será importante para fazer uma primeira análise do seu caso e identificá-lo, realmente, como uma situação em que seu direito foi violado.  

 

Atrasos e cancelamentos de voos 

Um dos maiores problemas enfrentados pelos passageiros de companhias aéreas são os atrasos e cancelamentos de voos. Isso pode ser causado por uma série de fatores, incluindo condições climáticas adversas, problemas mecânicos, greves ou falta de tripulação, entre outros. 

 

Infelizmente, esses atrasos e cancelamentos podem afetar significativamente os planos de viagem de um passageiro, levando a perda de compromissos importantes, reservas de hotel e atrasos adicionais em voos subsequentes. Afinal, quando você programa uma viagem, principalmente se ela for um sonho, vamos combinar que esse tipo de acontecimento pode ser bem frustrante. 

 

Taxas adicionais 

Outro problema comum com as companhias aéreas é a cobrança de taxas adicionais. Muitas dessas empresas, por exemplo, cobram taxas extras por bagagem despachada, escolha de assentos, refeições a bordo e até mesmo por mudanças de reserva. 

Essas taxas, portanto, podem aumentar rapidamente o custo de uma passagem aérea e deixar os passageiros frustrados.

 

Problemas com bagagem 

Essa também é uma fonte comum de observação para os passageiros. Isso pode incluir perda de bagagem, danos à bagagem ou atrasos na entrega de bagagem despachada. Quando isso acontece, pode ser um grande transtorno para os passageiros que dependem de suas malas para a sua viagem.

 

Falhas no atendimento ao cliente 

O atendimento ao cliente com falhas também é um problema comum com as companhias aéreas. Isso pode incluir longos tempos de espera no telefone, atendentes pouco prestativos ou até mesmo tratamento desrespeitoso por parte dos funcionários da companhia aérea. 

 

Sendo assim, quando os passageiros têm problemas, é importante que as companhias aéreas ofereçam um bom atendimento ao cliente para ajudá-los a resolver essas questões.

 

Falta de transparência 

Muitas empresas aéreas são criticadas pela falta de transparência em relação aos preços e às políticas de voo. Isso pode incluir, por exemplo, taxas ocultas que não são claramente comunicadas. Além disso, também envolve políticas de bagagem confusas ou mudanças frequentes nas políticas de cancelamento e alteração de reservas. 

 

Sendo assim, a falta de transparência pode trazer surpresas para os passageiros e tornar difícil para eles tomarem decisões sobre suas viagens.

 

Dentro da área de Direito do Consumidor, um advogado especialista em problemas com companhias aéreas pode ajudá-lo com esses problemas.

 

Contrate o advogado ideal para o seu caso

 

O que diz a lei sobre os direitos do consumidor de companhias aéreas?

No Brasil, os direitos do consumidor de companhias aéreas são regulamentados pela Resolução nº 400/2016 da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e pela Lei nº 8.078/1990, conhecida como Código de Defesa do Consumidor (CDC).

 

A Resolução nº 400/2016 estabelece as normas para prestação de serviços de transporte aéreo público de passageiros no país. Entre os direitos dos passageiros, estão:

 

  • Direito à informação: a companhia aérea deve informar aos passageiros sobre as condições do transporte, incluindo horários, conexões, regras de bagagem e documentos necessários para embarque.
  • Direito à assistência: a companhia aérea deve oferecer material de assistência aos passageiros em caso de atrasos, cancelamentos, permanência e preterição de embarque (quando o passageiro tem o bilhete confirmado, mas não consegue embarcar por overbooking). A assistência pode incluir alimentação, acomodação e transporte.
  • Direito à reacomodação: em caso de atrasos, cancelamentos, continuidade e preterição de embarque, a companhia aérea deve reacomodar os passageiros em outros voos, sem custo adicional.
  • Direito à restituição do valor pago: em caso de cancelamento ou interrupção do voo, o passageiro tem direito à restituição do valor pago pela passagem.
  • Direito à compensação: em caso de preterição de embarque, atraso ou cancelamento de voo, o passageiro tem direito à compensação financeira, que pode variar de acordo com a distância do voo e o tempo de espera.

 

Além disso, o Código de Defesa do Consumidor estabelece que as empresas são responsáveis ​​por danos que causam ​​aos passageiros, incluindo danos morais e materiais. 

 

Na prática, isso quer dizer que, em caso de problemas com a companhia aérea, o passageiro pode entrar com uma ação judicial para obter a reparação dos danos sofridos.

 

Veja também: Sua viagem foi cancelada pela operadora de serviços? Conheça seus direitos!

 

O que faz um advogado especialista em companhias aéreas?

Um advogado especialista em problemas com companhias aéreas tem experiência em lidar com problemas relacionados a viagens aéreas. Esses profissionais têm conhecimento aprofundado das leis e regulamentações desenvolvidas à indústria da aviação e podem ajudá-lo a partir de orientação sobre os sistemas legais e regulamentares em questão.

 

Esse profissional pode representá-lo em negócios com uma companhia aérea ou, se necessário, levar o caso aos tribunais. Eles podem ajudá-lo a entender seus direitos e opções, avaliar seus danos e apresentar um caso forte para buscar a compensação adequada pelos problemas que você está negociando.

 

Em resumo, ele tem deve realizar as seguintes funções: 

 

  • Ajuda a proteger os direitos dos passageiros em caso de problemas com companhias aéreas;
  • Tem conhecimento aprofundado das leis e regulamentos que regem a indústria da aviação;
  • Pode negociar com a companhia aérea em nome do cliente ou representá-lo em ações judiciais;
  • Avalia os danos causados ​​e apresenta um caso forte para buscar uma solução justa e satisfatória;
  • Deve orientar o cliente, mantendo-o atualizado sobre o andamento do caso e se comunicando de forma clara e eficaz em todas as etapas do processo.

 

Como funciona o processo extrajudicial em problemas com companhias aéreas?

O processo extrajudicial em problemas com companhias aéreas é uma opção para buscar a resolução de conflitos sem a necessidade de recorrer aos tribunais. Esse processo geralmente envolve a negociação entre o passageiro e a companhia aérea, por meio de uma tentativa de acordo amigável. Veja a seguir como funciona: 

 

Reclamação formal

O primeiro passo para iniciar o processo extrajudicial é fazer uma reclamação formal à companhia aérea. Essa reclamação pode ser feita através do canal de atendimento da empresa, como um formulário de reclamação online, por exemplo. 

 

Sendo assim, é importante fornecer detalhes precisos do problema. Lembre-se de indicar o número do voo, a data e a hora do voo, e quaisquer outras informações relevantes.

 

A companhia aérea, por sua vez, avaliará a reclamação. Em alguns casos, poderá oferecer uma solução imediata, como o reembolso de uma passagem aérea ou o pagamento de uma indenização por um voo atrasado.

 

Negociação com apoio de um advogado especialista em companhias aéreas

Se a solução oferecida pela companhia aérea não for aceitável ou satisfatória, o passageiro pode entrar em negociação com a empresa para tentar chegar a um acordo. 

 

Nesta fase, é importante ter uma documentação completa e precisa do problema em questão, incluindo informações sobre as tentativas anteriores de solução.

 

Mediação com apoio de um advogado especialista em companhias aéreas

Se a negociação não resolver o problema, o próximo passo pode ser a mediação pelo advogado especialista em problemas com companhias aéreas. Esse é um processo de resolução de conflitos que envolve a participação de um mediador, que é um profissional treinado para ajudar as partes a chegarem a um acordo. A mediação é menos formal do que um processo judicial e é geralmente mais rápida e menos custosa.

 

Arbitragem

Se todas as outras opções falharem, o passageiro pode optar pela arbitragem. A arbitragem é um processo mais formal que envolve a escolha de uma autoridade independente para avaliar o caso e tomar uma decisão final e vinculativa. 

 

O tribunal é escolhido pelas partes e a decisão é geralmente final, isto é, sem que possam haver recursos apelativos. 

 

Quer saber mais sobre como um advogado especialista em companhias aéreas pode ajudá-lo? Converse com um profissional especializado agora mesmo!

 

Contrate o advogado ideal para o seu caso

 

Como funciona o processo judicial em problemas com companhias aéreas?

O caso do processo judicial em problemas com companhias aéreas possui algumas diferenças. Isso porque, essa é uma opção para buscar a resolução de conflitos através do sistema jurídico. Geralmente, esse processo envolve a apresentação de uma ação judicial contra a companhia aérea para garantir a compensação pelos danos sofridos. Veja a seguir como funciona:

 

Avaliação do caso por um advogado especialista em companhias aéreas

Em primeiro lugar, com ajuda de um advogado especialista em problemas com companhias aéreas, você deve avaliar se é necessário, de fato, entrar com uma ação judicial contra a empresa em questão. 

 

Para isso, ele irá conferir as circunstâncias do problema e determinar se a companhia aérea violou alguma lei ou regulamento que possa resultar em uma solução para o passageiro.

 

Petição inicial com apoio do advogado especialista em companhias aéreas

Se o advogado determinar que há mérito para apresentar uma ação judicial, ele preparará uma petição inicial. Trata-se, portanto, de um documento legal que descreve o caso do passageiro e justifica o que ele está buscando. A petição é, então, apresentada ao tribunal.

 

Audiência inicial

Uma vez que a petição inicial foi apresentada, a companhia aérea é notificada e deve responder à petição. Depois disso, ocorre uma audiência inicial, onde as partes discutem o caso e podem chegar a um acordo amigável.

 

Descoberta de provas

Se as partes não chegarem a um acordo amigável, o próximo passo é a descoberta de evidências. Isso envolve a coleta de todas as informações relevantes para o caso, incluindo registros de voo, documentos da companhia aérea e testemunhos de outras partes envolvidas.

 

Julgamento

Uma vez que todas as informações relevantes foram coletadas, o julgamento começa. Durante o julgamento, ambas as partes apresentam seus argumentos e apresentam as evidências que foram coletadas. No final do julgamento, o juiz toma uma decisão sobre o caso e determina se o passageiro tem direito a uma compensação.

 

Recurso

Se o passageiro não estiver satisfeito com a decisão do juiz, ele pode permanecer da decisão para um tribunal superior.

Quais são as consequências legais para empresas aéreas que não seguem as normas?

Se uma companhia aérea não cumprir com essas obrigações, ela pode ser responsabilizada por danos materiais e morais suportados pelos passageiros. Além disso, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) pode aplicar multas à empresa que cometer infrações.

 

As multas que a ANAC aplica podem variar de acordo com a gravidade da infração cometida pela companhia aérea. Por exemplo, se uma empresa não fornecer assistência adequada em caso de atraso ou cancelamento de voo, ela pode receber uma multa. 

 

Além disso, a companhia aérea que violou os direitos dos passageiros pode receber um processo. Nesses casos, os passageiros podem exigir uma indenização por danos sofridos, como perda de compromissos, danos à saúde, danos materiais e morais.

 

Para evitar essas consequências legais, as companhias aéreas devem investir em treinamentos para seus funcionários e em melhorias no serviço prestado aos passageiros.

 

Isso inclui garantir que as informações sobre voos sejam atualizadas e facilmente acessíveis, oferecer atendimento adequado em casos de atrasos e cancelamentos, e proporcionar um ambiente seguro e confortável para os passageiros.

Procurando um advogado especialista em problemas com companhias aéreas? A equipe Mercado Legal te ajuda!

Em conclusão, a ideia deste artigo é trazer os exemplos mais comuns de casos em que um advogado especialista em direito aéreo pode ajudar e como funciona esse processo. Lembre-se, portanto, que esses direitos são assegurados pela legislação e, caso você se sinta lesado, deve recorrer. 

 

Nesse processo, a equipe Mercado Legal te ajuda! Temos uma equipe de profissionais especializados em Direito do Consumidor e problemas com companhias aéreas. Eles podem dar todo o suporte necessário para que você resolva suas questões jurídicas.

 

Não espere mais para buscar seus direitos. Conheça nossos advogados e peça sua cotação agora mesmo!

 

Compartilhe nas redes sociais

Assine nossa
Newsletter

Seus Direitos

Publicações relacionadas

Ver todos

Qual a sua dúvida?

Clicando no botão abaixo sua mensagem aparecerá no WhatsApp e você precisa enviá-la ao advogado escolhido. Em seguida o profissional dará continuidade ao seu atendimento por lá.

[rs-search-form type="full"]
Filtros
[rs-search-form type="full"]
Como foi sua experiência com este advogado?
5/5
[rs-comment-form]