O papel de um advogado especialista em financiamento imobiliário

Imagem de advogado especialista em financiamento imobiliário

Entenda como esse profissional pode ajudá-lo no processo para financiar um imóvel.

 

 

O apoio de um advogado especialista em financiamento imobiliário é fundamental para quem quer comprar um imóvel financiado. Isso porque, esse processo envolve uma série de trâmites legais, e esse profissional, por sua vez, possui o papel de proteger os interesses do comprador. 

 

Ele será o responsável por lidar com esses aspectos e tornar o processo como um todo mais seguro, de modo a evitar a existência de transtornos no futuro, inclusive no que se refere à análise de contratos.

 

Neste cenário, nós do LegalPass elaboramos um artigo com as principais perguntas e respostas sobre quando procurar um advogado especialista em financiamento imobiliário. Acompanhe e saiba mais a seguir: 

 

Exemplos mais comuns de casos judiciais de financiamento imobiliário

Em primeiro lugar, é fundamental conhecer os exemplos mais comuns no que se refere a casos jurídicos que envolvem a procura por um advogado especialista em financiamento imobiliário. Isso porque, essa é uma forma não só de identificar se esse é o seu caso, como também de evitar que esse tipo de situação aconteça. Veja a seguir: 

 

Inadimplência e execução de hipoteca

Um dos principais problemas enfrentados, neste caso, pelos credores, é a inadimplência nos pagamentos do financiamento imobiliário. Quando um comprador deixa de cumprir suas obrigações financeiras, o credor pode buscar a execução da hipoteca, o que resulta na retomada do imóvel para quitação da dívida.

 

Esse tipo de caso, porém, pode gerar disputas legais relacionadas a prazos, notificações, procedimentos de execução e possíveis falhas no processo.

 

Má-fé na venda do imóvel

Há casos em que vendedores agem de má-fé durante a transação de um imóvel financiado. Isso pode ocorrer quando o vendedor oculta informações importantes, como dívidas pendentes, problemas não divulgados ou falhas documentais. 

 

Esse problema, por sua vez, afeta os compradores, que ​​podem buscar proteção legal. Eles podem receber indenizações por danos morais e materiais, além do cancelamento do contrato de compra e venda.

 

Cobrança impossível de taxas e juros abusivos

Outro exemplo comum de processo em financiamentos imobiliários envolve a cobrança ilimitada de taxas e juros abusivos por parte das instituições financeiras. Os consumidores podem questionar a legalidade dessas cobranças e buscar a revisão de contratos, com o objetivo de obter a restituição de valores pagos indevidamente. 

 

Muitas vezes, esses casos exigem uma análise dos termos contratuais e contratação de um advogado especialista em financiamento imobiliário para identificar abusos.

 

Contrate o advogado ideal para o seu caso

 

Atraso na entrega do imóvel

Um problema frequente no financiamento imobiliário é o atraso na entrega do imóvel por parte da construtora ou incorporadora. Quando isso ocorrer, o comprador pode entrar com ação judicial, buscando compensar os danos causados. Ele pode pedir, por exemplo, o pagamento de aluguéis adicionais ou reembolso de despesas extras. 

 

A análise dos prazos contratuais, as cláusulas de redução por atraso e o cumprimento das normas de proteção ao consumidor são fundamentais nesses casos.

 

Embora o financiamento imobiliário seja uma opção viável para muitos compradores, é importante estar ciente dos desafios legais que podem surgir ao longo do processo.

 

Os exemplos de casos julgados acima destacam a importância de compreender os direitos e deveres de cada parte imposta. Sendo assim, é fundamental buscar orientação jurídica especializada, a fim de evitar problemas legais.

 

Quais são as principais necessidades jurídicas em um financiamento imobiliário?

Ao financiar um imóvel, o comprador deve pensar com cautela sobre as questões jurídicas, a fim de que essa transação aconteça de forma segura e livre de possíveis problemas. Veja quais são as principais a seguir:

 

Contrato de financiamento

Em primeiro lugar, o contrato de financiamento é o documento central que vai reger esse processo. Ele estabelece os direitos e obrigações das partes em questão, como o comprador, o vendedor e o banco ou instituição financeira. 

 

Sendo assim, é essencial que esse contrato seja produzido de forma clara, com detalhes de todas as cláusulas relevantes, como prazos, taxas de juros, valor do empréstimo e condições de pagamento.

 

Veja também: Contrato de financiamento imobiliário: saiba como evitar problemas!

 

Análise de documentos

Outra necessidade crucial em um financiamento imobiliário é a análise dos documentos. Isso inclui os documentos relacionados ao imóvel. Por exemplo: a escritura, registro, certidões negativas e averbações, que garantem a regularidade jurídica do imóvel. 

 

Além disso, é fundamental verificar os documentos pessoais do comprador, como comprovante de renda, comprovante de residência e documentos de identificação. Essa análise permite evitar problemas futuros e garante a validade e segurança do financiamento.

 

Avaliação do imóvel

Uma avaliação adequada do imóvel é fundamental para o financiamento imobiliário. Um laudo técnico elaborado por um profissional habilitado é necessário para verificar o valor real do imóvel, considerando fatores como localização, estado de conservação e características físicas. Esse processo garante que o valor do financiamento esteja de acordo com o valor de mercado, evitando surpresas ocorrendo no futuro.

 

Análise do contrato de alienação fiduciária

Em um financiamento imobiliário, é comum o uso da alienação fiduciária, um tipo de garantia em que o imóvel é dado como garantia ao banco até que a dívida seja quitada. 

 

Neste processo, é essencial que o contrato de alienação fiduciária seja analisado, a fim de verificar se todas as cláusulas estão em conformidade com a legislação vigente e se protegem os direitos do comprador e do banco. Essa análise jurídica garante segurança e transparência na transação.

 

Registro do contrato

Após a assinatura do contrato de financiamento imobiliário, é indispensável realizar o registro no Cartório de Registro de Imóveis competente. Essa etapa é fundamental para tornar o contrato válido perante terceiros, garantindo a proteção dos direitos do comprador em caso de disputas futuras. 

 

Além disso, o registro também estabelece a prioridade do crédito do banco em relação a outros credores, assegurando a segurança da transação.

 

Você também pode se interessar por: Vai financiar um imóvel? Veja 7 cuidados que você deve ter

 

O que diz a legislação sobre o financiamento de imóveis?

A legislação brasileira estabelece diretrizes específicas para o financiamento de imóveis. Entre as principais normas que regulamentam essa modalidade de aquisição, está a Lei nº 4.380/1964, também conhecida como Sistema Financeiro de Habitação (SFH), que estabelece condições especiais para facilitar o acesso à moradia. 

 

Ela inclui limites de taxas de juros e financiamento, bem como permite o uso do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), com regras específicas para financiar um imóvel. 

 

Além disso, os contratos com termos e condições de financiamento devem ser produzidos de acordo com a Lei nº 8.078/1990, isto é, o Código de Defesa do Consumidor (CDC); e o Código Civil do Brasil, pela Lei nº 10.406/2002. Sendo assim, é preciso deixar explícitas algumas informações, como por exemplo os prazos e condições de pagamento, direitos e deveres das partes e taxas de juros.

 

Por fim, há também a Lei nº 9.514/1997, que regulamenta o processo de alienação fiduciária. Essa modalidade determina, portanto, que dá-se o imóvel em garantia ao credor até que haja a quitação total da dívida. Sendo assim, se houver a inadimplência do comprador, a instituição financeira tem o direito de vender o imóvel para recuperar a quantia devida. 

 

Fique por dentro de tudo sobre o financiamento de imóveis: entre em contato com um advogado especializado!

 

Qual é o papel de um advogado especialista em financiamento imobiliário?

O suporte de um advogado especialista em financiamento imobiliário é essencial para dar toda a assistência jurídica necessária a esse processo. Ele, porém, possui uma série de atribuições, como por exemplo:

 

Assessoria especializada em contratos de financiamento imobiliário

Um advogado especialista em financiamento imobiliário tem amplo conhecimento e experiência na redação e análise de contratos. Esses contratos, muitas vezes complexos e repletos de termos jurídicos, podem ser de difícil compreensão para o comprador. 

 

O advogado pode garantir que todas as cláusulas sejam claras, justas e estejam em conformidade com as leis e regulamentações vigentes.

 

Além disso, o advogado pode orientar o comprador na negociação de termos à disposição, como taxas de juros, prazos de pagamento e condições de contrato. Essa assessoria especializada garante que o contrato de financiamento imobiliário atenda aos interesses do comprador, e, portanto, o mantém protegido. 

 

Due diligence e pesquisa histórica do imóvel

Antes de fechar um contrato de financiamento imobiliário, é crucial realizar uma análise minuciosa do imóvel e de seu histórico. O advogado especialista pode realizar uma due diligence completa. 

 

Em outras palavras, ele pode investigar a propriedade para identificar quaisquer questões legais pendentes. Por exemplo, no caso de hipotecas não divulgadas, processos, penhoras ou restrições que possam afetar o negócio.

 

Essa pesquisa minuciosa ajuda a evitar surpresas desagradáveis no futuro e permite que o comprador tome a melhor decisão. O advogado, por sua vez, vai garantir que todas as questões legais e técnicas sejam consideradas consideradas antes da assinatura do contrato de financiamento.

 

Representação em negócios e disputas legais

Caso surjam disputas ou problemas durante o processo de financiamento imobiliário, o advogado atua como representante legal do comprador. Isso pode incluir com a instituição financeira, vendedores, construtores e outras pessoas envolvidas na transação.

 

Ter um advogado experiente ao seu lado oferece segurança jurídica e a capacidade de tomar melhores decisões. Se, por exemplo, surgir a necessidade de resolver disputas por meio de processos judiciais, o advogado especialista em financiamento imobiliário será responsável por defender os interesses do comprador e garantir a proteção de seus direitos.

 

Quer saber mais sobre como um advogado da área de Direito Imobiliário pode te ajudar no financiamento de imóveis? Encontre o profissional ideal e tire todas suas dúvidas!

Como funciona o processo judicial e como o advogado especialista em financiamento imobiliário pode ajudar?

Embora cada caso possua suas particularidades, existem algumas etapas comuns a um processo judicial em que é preciso recorrer a um advogado especialista em financiamento imobiliário. Nesse caso, deve-se levar em consideração os seguintes momentos: 

 

  • Notificação extrajudicial: A primeira etapa ocorre quando o comprador atrasa o pagamento das parcelas. Sendo assim, o credor envia uma notificação extrajudicial ao devedor, comunicando a inadimplência e dando um prazo para que ele possa regularizar a situação.
  • Ação judicial: Caso o devedor não faça o pagamento ou entre em contato com o credor para negociar a dívida, o próximo passo é ingressar com uma ação judicial. Nessa ação, o credor solicitará ao poder judiciário a retomada do imóvel e o pagamento dos valores em aberto.
  • Citação e contestação: Após o protocolo da ação, o devedor é citado para comparecer ao tribunal e apresentar sua defesa. Nesse momento, é importante que o devedor procure um advogado especializado para auxiliá-lo no processo.
  • Audiência de conciliação: Em muitos casos, o juiz designa uma audiência de conciliação, na qual o credor e o devedor têm a oportunidade de negociar um acordo. Nessa fase, existem algumas alternativas, como por exemplo, a renegociação da dívida, prazos que foram estipulados ou até mesmo a venda do imóvel para quitar a dívida.
  • Leilão judicial: Caso não seja possível chegar a um acordo na audiência de conciliação, o processo segue seu curso normal e o imóvel é levado a leilão judicial. O objetivo, portanto, é permitir que o credor recupere o valor de empréstimo por meio da venda do imóvel para terceiros.

 

Em todas as etapas, um advogado especializado em Direito Imobiliário poderá orientá-lo de forma adequada. 

 

Procura um advogado especialista em financiamento imobiliário? Consulte o time LegalPass!

Por fim, a ideia deste artigo é demonstrar quando você deve procurar um advogado especialista em financiamento imobiliário. Lembre-se, portanto, que esse profissional poderá fornecer desde um suporte preventivo, como na análise de contratos, até a resolução de problemas já existentes. 

 

No LegalPass, temos um time de advogados preparados para te atender. Além de experiência da área de Direito Imobiliário, prezamos sempre por um atendimento humanizado e personalizado, tendo em vista que cada caso é único e possui suas particularidades. 

 

Além disso, levamos em consideração o acesso à Justiça baseado nos princípios da ética e profissionalismo, sempre pensando na proteção aos direitos dos nossos clientes.

 

Consulte o time LegalPass! Entre em contato conosco e peça já a sua cotação. Estamos à disposição! 

 

Compartilhe nas redes sociais

Assine nossa
Newsletter

Seus Direitos

Publicações relacionadas

Ver todos

Qual a sua dúvida?

Clicando no botão abaixo sua mensagem aparecerá no WhatsApp e você precisa enviá-la ao advogado escolhido. Em seguida o profissional dará continuidade ao seu atendimento por lá.

[rs-search-form type="full"]
Filtros
[rs-search-form type="full"]
Como foi sua experiência com este advogado?
5/5
[rs-comment-form]